sexta-feira, 28 de outubro de 2016

JURAS DE JURERÊ


                                                                                                  fotogaleriamatéria
              
Difícil não se apaixonar em Floripa. Por Floripa.

Lindas praias, luar e um tempo mais lento pra sonhar...

Floripa da Lagoinha, rústica e bela

e do riso das criancinhas, na praia de Daniela.
 

Dos surfistas apressados para o sol e o mar,

se a praia, Brava, deixar.

Das areias gritantes da praia Mole

e com um pouquinho de sorte,

o melhor pôr do sol,  na praia do Forte!

Floripa das ostras fresquinhas de Ribeirão da Ilha,

ruas estreitas, restaurantes, famílias...

e das dunas de Joaquina, rendeiras e mãos divinas.

 
De Santo Antônio de Lisboa e Sambaqui

casas portuguesas, com certeza, aqui e ali!

Floripa do Mercado Municipal.

Do cooper na Beira Mar e coisa e tal...

E do tempero, de sol e sal.

Da praia do Campeche.

Do Pântano do sul e da Solidão.

Dos bilhetes do Bar do Arante

e o pastel de berbigão!

E tudo lá, se vê com o coração,

uma lagoa cheia de paz,

na Conceição.

 
Difícil não se apaixonar em Floripa.

Por Floripa e por alguém...

Foi lá que o manézinho da ilha,

pobre de se ver,

conquistou o coração

da menina rica de Jurerê.

E foram juras e mais juras...

Juras no mar. Juras ao luar,

Juras de amor de mil anos.

Juras com sotaque açoriano.

Juras, do Jurerê

....até a Hercílio Luz!

 
E os dois seguiram pela ponte iluminada,

de mãos dadas,

O manézinho e a sua amada

Sem pompa, sem mistério, nem separação.

Só amor, luz e paixão.

E as juras de Jurerê

sempre serão ouvidas no meu coração.

Por que esse romance

nobre-plebeu , se deu apenas

na minha imaginação.

Ah... Floripa!



*****************************************************************





4 comentários:

  1. Lindo Floripa, tao poeticamente descrita. Adorei.

    ResponderExcluir
  2. Lindo Floripa, tao poeticamente descrita. Adorei.

    ResponderExcluir
  3. Quem já foi, fez uma viagem de volta. Quem ainda não conhece, dá vontade se apaixonar por Floripa.

    ResponderExcluir
  4. Ah, Floripa, tão bem descrita que dá vontade de ficar lá!

    ResponderExcluir