terça-feira, 12 de abril de 2016

MENINOS DO SINAL


 

Sinal fechado. Carros parados. O menino se aproxima...

São dois olhos negros e sérios. As bolinhas em suas mãos pequenas, sobem, descem e triangulam num desenho lúdico e veloz. O menino de olhar atento, mostra sem riso o seu talento, na avenida cheia de carros à espera do sinal.

Eles vêm em dois ou três e começam o show. Jogam limões para o alto. Três, quatro limões, às vezes, cinco! Eles fazem malabarismos para a platéia que nem sempre quer ver. Circo sem bilheteria. Sem graça. Sem pipoca. Sem alegria... Crianças no picadeiro. Meninos semi despidos com suas habilidades nuas.
Fazem circo. Pedem pão. 
Por vezes erram e cessam por um instante a apresentação. Mas não sorriem. Nem contam com a ajuda de um bom palhaço. Seguem firmes adiante, até o amarelo aparecer e dar o sinal...

É o amarelo da gorjeta. O amarelo do sorriso amarelo do motorista sem trocados. O amarelo do sol no rosto das suas faces infantis, porém já curtidas. O amarelo da raiva do apressado que nunca, nada consegue ver.
Olho por detrás do vidro. O menino se aproxima... O tempo é curto. Conto as minhas moedas rapidamente. São poucas, não dá nem um real e amarelo de vergonha por dar sempre tão pouco. Abro a janelinha e me justifico, mas o menino não parece se importar. Não se importa com muita coisa. Não se importa com quase nada...
Na boca, o gosto azedo do limão...
Os olhos negros e sérios preparam o próximo show no sinal.
Verde novamente. Sigo em frente até a próximo esquina.
Mais um sinal vermelho. Mais meninos e malabares. Mais circo e picadeiro.
Eles pedem atenção! 
E o sinal não para...verde, amarelo, vermelho...
Em cada esquina, do meu atropelado coração.

 

*                               *                           *                            *                             *                     *
                                          

                                           


                   Quer ganhar o livro Infantil " Era uma vez uma coisinha"?
                     Escreva "eu quero" no seu comentário...

 

13 comentários:

  1. Demonstração do descaso com que a sociedade trata as crianças.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Max... e assistimos quase que anestesiados...abços

      Excluir
  2. Bonito texto Inês! Triste realidade!

    ResponderExcluir
  3. Maravilhoso! Nos faz pensar numa realidade que não gostamos de presenciar...mas, não podemos negar... Infelizmente... Beijão no coração!

    ResponderExcluir
  4. Maravilhoso! Nos faz pensar numa realidade que não gostamos de presenciar...mas, não podemos negar... Infelizmente... Beijão no coração!

    ResponderExcluir
  5. Perfeita reflexão em um texto perfeito.

    ResponderExcluir
  6. Profundo e comovente, expressa exatamente o que sinto. Bjs Inês

    ResponderExcluir